Educação e Saúde


Fotos da Nasa mostram efeitos do 



aquecimento global vistos do alto


Imagens mostram cheias na Austrália e deslizamentos na região serrana do Rio.


magens de satélites da Nasa (a agência espacial americana) revelam os efeitos de fenômenos naturais no planeta, como enchentes e queimadas.
Segundo relatório da World Meteorological Organization, embora as temperaturas médias de 2011 tenham sido menores que as do ano anterior, os termômetros, ainda sim, estão acima da média histórica.
O satélite mostra campos cultivados embaixo d’água ao longo do rio Mississippi, na divisa com o estado americano do Missouri, em um período de cheia (Foto: Nasa)O satélite mostra campos cultivados embaixo d’água ao longo do rio Mississippi, na divisa com o estado americano do Missouri, em um período de cheia (Foto: Nasa)
De acordo com o documento, a América Central, por exemplo, deve ter o ano mais quente em 140 anos.
Para muitos cientistas, o desequilíbrio climático está por trás de fenômenos como a cheia histórica que colocou boa parte do Estado de Queensland, na Austrália, debaixo d'água.
As imagens mostram vastas áreas de Rockhampton, na Austrália, embaixo d’água em janeiro de 2011, em um das piores cheias da história do país (Foto: Nasa)As imagens mostram vastas áreas de Rockhampton, na Austrália, embaixo d’água em janeiro de 2011, em um das piores cheias da história do país (Foto: Nasa)
As imagens da Nasa também mostram as áreas de deslizamentos em Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, fortemente atingida por chuvas que deixaram quase 900 mortos no início deste ano.
A Nasa capturou uma série de deslizamentos nas montanhas da região serrana do Rio de Janeiro, vistas nas imagens tom amarelo do início do ano (Foto: Nasa)A Nasa capturou uma série de deslizamentos nas montanhas da região serrana do Rio de Janeiro, vistas nas imagens tom amarelo do início do ano (Foto: Nasa)
A imagem do satélite mostra o furacão Irene, em formato de redemoinho, apenas 28 minutos antes de a tormenta atingir Nova York, em agosto de 2011 (Foto: Nasa)A imagem do satélite mostra o furacão Irene, em formato de redemoinho, apenas 28 minutos antes de a tormenta atingir Nova York, em agosto de 2011 (Foto: Nasa)DO G1 E BBC

PARCERIAS

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Affiliate Network Reviews